Por Ricardo Flaitt / Imprensa Sindnapi – Um dos principais desafios do idoso brasileiro é ter acesso digno à saúde. Na etapa da vida em que o corpo mais precisa de cuidados, os serviços públicos são insuficientes e há enormes filas para consultas, que obrigam as pessoas a esperarem por longos e doloridos meses. As alternativas são os planos privados, porém, como custam caro, não é todo mundo que tem condições de pagar. Mas como fazer diante da dor, que não tem hora nem dia para chegar?

Pagina 1 de 3