CINEMA | Confira a programação do CineSesc de 15 a 21 de março

Cultura

CINEMA | Confira a programação do Cine Sesc de 15 a 21 de março

Mostra Tiradentes São Paulo 2018

O público de São Paulo poderá conferir, de 15 a 21 de março, um panorama do cinema brasileiro contemporâneo. Estarão em exibição na Mostra Tiradentes|SP - uma parceria entre a Universo Produção e o Sesc-SP - todos os filmes da mostra Aurora 2018 e filmes de diretores paulistas em destaque na cena contemporânea.

Baixo Centro - Abertura Mostra Tiradentes

Dir: Ewerton Belico e Samuel Marotta, Brasil, 2018, 80 min

Nos fragmentos de uma noite sem fim, Robert e Teresa se encontram se conhecem e se separam pela força da opressão e pela ameaça da morte e da desaparição que se insinua continuamente. Circundados por Djamba, Gu e Luísa, a noite sugere encontros, êxtase, memórias da catástrofe e promessa irrealizada de felicidade. As sombras do amor em uma cidade que desmorona.

Dia 15/3, quinta, às 20h - Não recomendado para menores de 14 anos

Ingresso – Grátis, retirada com 1 hora de antecedência

Mostra Foco -Série 1 - Curtas

ESTAMOS TODOS AQUI*, de Chico Santos e Rafael Mellim Ficção, DCP, Cor, 21', SP, 2017

IARA, de Erika Santos e Cássio Pereira dos Santos Ficção, DCP, Cor, 14', MG, 2017

PEITO VAZIO, de Yuri Lins e Leon Sampaio Ficção, DCP, Cor, 18', PE, 2017

OUTRAS, de Ana Julia Travia Documentário, Digital, Cor, 23', SP, 2017

Dia 16/3, sexta, às 17h30 Não recomendado para menores de 14 anos

Berço Esplêndido - Mostra Paulista

Dir: Lucas Archer, Brasil, SP, 2018, 71 min

Alex é um jovem cineasta, que produz vídeos amadores de um gênero pouco reconhecido: gore. Apesar da intimidade que tem com sua mãe, Leila, uma famosa atriz de cinema, Alex decide tomar uma jornada individual, que ao longo de três dias passa pelas cicatrizes e feridas de sua vida.

Dia 16/3, sexta, às 19h Não recomendado para menores de 12 anos

Madrigal Para Um Poeta Vivo - Mostra Aurora

Dir:Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho, Brasil, SP, 2018, 75 min.

Um cântico à vida, uma homenagem estética ao escritor Tico, devaneio fílmico sobre a obra e vida do personagem. É um filme também sobre a memória, que traz à tona não só os percursos agonizantes do relembrar, mas também sua força política, de resistência, que insiste em reinventar o cotidiano e buscar sentidos perdidos.

Após a sessão bate papo com os diretores e mediação do curador Cleber Eduardo.

Dia 16/3, sexta, às 21h Não recomendado para menores de 12 anos

Escola de Cinema - Mostra Homenagem

Dir: Angelo Ravazi Brasil, SP, 2017, 71 min

Entre a ressaca do cinema novo e a ascensão do regime militar brasileiro surge uma escola de cinema.

Após a sessão bate papo com o diretor e encontro com  Ismail Xavier, homenageado desta edição com mediação do curador Cléber Eduardo.

Dia 17/3, sábado, às 16h30 Livre

Platamama -Mostra Paulista

Dir: Alice Riff Brasil, SP, SP, 2018, 71 min

Uma família de bolivianos deixa para trás seu país, sua cultura e tradições, distanciam-se da Pachamama, em busca do deus que está nas grandes cidades, o Platamama.

Dia 17/3, sábado, às 19h Não recomendado para menores de 10 anos

Lembro Mais dos Corvos - Mostra Aurora

Dir: Gustavo Vinagre, Brasil, SP, 2018, 81 min

Júlia conta histórias para atravessar uma noite de insônia.

Após a sessão bate papo com o diretor com mediação da curadora Lila Foster.

Dia 17/3, sábado, às 21h Não recomendado para menores de 12 anos

Escolas em Luta - Mostra Aurora

Dir: Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli, Brasil, SP, 2017, 77 min

No estado mais rico e um dos mais conservadores do Brasil,o modus operandi da educação pública sofre um revês quando estudantes secundaristas reagem ao decreto oficial que determina o fechamento de 94 escolas e a realocação dos alunos. A resposta estudantil surpreende. Em poucos dias, por meio de redes sociais e aplicativos, eles organizam uma reação, em uma verdadeira Primavera Secundarista - algo completamente inédito. Ocupam 241 escolas e saem às ruas para protestar. O estado decreta guerra aos estudantes. Toda relação se transforma após uma revolução. Escolas em Luta aprende e apreende com essa garotada um novo modo de construção e de estar no mundo.

Após a sessão bate papo com os diretores e mediação da curadora Lila Foster

Dia 18/3, domingo, às 17h Não recomendado para menores de 12 anos

Pássaro Transparente - Mostra Aurora

Dir: Dellani Lima, Brasil, SP, 2017, 71 min

Um poeta e sua caminhada por um futuro do presente distópico.

Dia 18/3, domingo, às 19h Não recomendado para menores de 10 anos

Dias Vazios - Mostra Aurora

Dir: Robney Bruno Almeida, Brasil, GO, 2018, 104 min

Jean e Fabiana, um casal de namorados, cursam o último ano do ensino médio em uma pequena cidade do interior e vivem o típico dilema de deixar a cidade em busca de um novo destino ou ficar e continuar a história dos seus pais. Após passarem o dia juntos, Jean toma uma decisão inesperada e Fabiana desaparece. Dois anos depois Daniel e Alanis tentam entender o que está por trás do que aconteceu. Para eles essa busca se transforma numa chance de reinventar suas vidas.

Após a sessão bate papo com o diretor e mediação do curador Pedro Maciel Guimarães

Dia 18/3, domingo, às 20h30 Não recomendado para menores de 14 anos

Mostra Foco SP - Curtas

VACA PROFANA, de René Guerra Ficção, DCP, Cor, 16', SP, 2017

QUEM PERDEU O TELHADO EM TROCA RECEBE AS ESTRELAS, de Henrique Zanoni Ficção, DCP, Cor, 14', SP, 2017

MEMÓRIAS DE UM PRIMEIRO DE MAIO, de Danilo J. Santos Ficção, Digital, Cor, 24', SP, 2017

SWEET HEART, de Amina Jorge Ficção, DCP, Cor, 28', SP, 2018

Dia 19/3, segunda, às 18h Não recomendado para menores de 16 anos

Mostra Foco Série 2 - Curtas

CALMA, de Rafael Simões Ficção, Digital, Cor, 30', RJ, 2017

  1. RAPOSO, de Daniel Nolasco Documentário, DCP, Cor, 23', GO, 2018

A RETIRADA PARA UM CORAÇÃO BRUTO, de Marco Antônio Pereira Ficção, Digital, Cor, 15', MG, 2017

Dia 19/3, segunda, às 19h30 Não recomendado para menores de 18 anos

Ara Pyau A Primavera Guarani - Mostra Aurora

Dir: Carlos Eduardo Magalhães, Brasil, SP, 2018, 74 min

A menor reserva indígena do Brasil sofre por sua proximidade com os Juruá (não indígenas). Uma aldeia dentro da cidade de São Paulo. Os Guaranis vivem e sobrevivem com sua cultura, sua língua e tradições, as contradições do mundo urbano, de periferia. Ara Pyau é um novo tempo, a primavera Guarani floresce aos nossos olhos em reconciliação com a ancestralidade humana.

Após a sessão bate papo com o diretor e mediação do curador Francis Vogner dos Reis

Dia 19/3, segunda, às 21h Não recomendado para menores de 10 anos

Mostra chamado Realista Curtas

PERIPATETICO, de Jessica Queiroz Ficção, DCP, Cor, 15', SP, 2017

AINDA SE MORRE NA FILA DO HOSPITAL, de Lucas Guerra Documentário, DCP, Cor, 25', SP, 2018 AZUL VAZANTE, de Júlia Alquerés Experimental, Digital, Cor, 15', SP, 2017

UNIVERSO PRETO PARALELO, de Rubens Passaro Documentário, Digital, Cor, 12', SP, 2017

Dia 20/3, terça, às 17h30 Não recomendado para menores de 16 anos

Mostra Foco - Série 3 - Curtas

FEBRE, de João Marcos de Almeida e Sergio Silva Ficção, DCP, Cor, 24', SP, 2017

FANTASIA DE ÍNDIO, de Manuela Andrade Documentário, DCP, Cor, 18', PE, 2017

INCONFISSÕES, de Ana Galizia Documentário, DCP, Cor, 22', RJ, 2017

Dia 20/3, terça, às 20h Não recomendado para menores de 12 anos

Rebento - Mostra Aurora

Dir: André Morais, Brasil, PB, 2017, 97 min.

Após cometer um crime contra o filho recém-nascido, mulher abandona casa e família em busca de um destino desconhecido. Não se sabe quem é ela, nem o porquê de tal crime. O mistério sobre essa mulher é um dos pontos-chave da narrativa. No decorrer da história se chamará Maria, Rosa e Ana, talvez seja um deles o seu nome verdadeiro, talvez nenhum. Ela andará durante um dia inteiro abraçada a uma melancia e terá breves encontros que marcarão o seu dia e a sua vida, enfrentando um mundo às vezes hostil e às vezes delicado, na tentativa de conviver com o amor e o desamor que traz em si.

Após a sessão bate papo com o diretor e mediação da curadora Camila Viera

Dia 20/3, terça, às 21h15 Não recomendado para menores de 14 anos

Lírios Não Nascem da Lei - Mostra Chamado Realista

Dir: Fabiana Leite, Brasil, MG, 2017, 65 min.

Lírios não nascem da lei acompanha a trajetória de Ana Carolina, Liliane, Dayane e Marcela, e revela seus sonhos, dramas e expectativas, entre transformações vividas por elas antes e depois de terem seus filhos na prisão. Por lei, após os primeiros meses do nascimento do filho, a criança deverá ser entregue a alguma pessoa da família para ser criada, ou entregue em instituição para adoção. Como o estado brasileiro lida com a situação da mulher grávida e crianças encarceradas sob sua custódia? O filme busca desvendar esta realidade, a partir de uma imersão por dois anos dentro de presídios situados nos municípios de Belo Horizonte, Vespasiano e Mariana, no Estado de Minas Gerais.

Dia 21/3, quarta, às 17h30 Não recomendado para menores de 12 anos

Imo - Mostra Aurora

Dir: Bruna Schelb Correa, Brasil, MG, 2017, 66 min.

Três mulheres, em meio a ações cotidianas, são transportadas a um mundo onírico regido por suas memórias. Memória é lugar de voltar, ainda que doa.

Após a sessão bate papo com a diretora e mediação da curadora Camila Vieira

Dia 21/3, quarta, às 19h Não recomendado para menores de 18 anos

Inaudito - Filme de Encerramento

Dir: GregorioGananian, Brasil, SP, 2017, 88 min.

Com/por LannyGordin: presença-frequência: o guitarrista LannyGordin,personagem fundamental na transformação da música brasileira a partir da década de 60: eletrizou Gal Costa, Gilberto Gil, Caetano Veloso, JardsMacalé, entretantos. No filme, Lanny nos revela o seu processo libertário de composição e pensamento atual: o guitarrista embarca em uma insólita odisseia pela China, local de nascimento, e Brasil, país onde vive: geografia atonal: desrazão: encontros inauditos.

Após a sessão bate papo com o diretor e mediação do curador Francis Vogner dos Reis

Dia 21/3, quarta, às 21h Não recomendado para menores de 10 anos

Sessão

Antes do Fim

Dir.: Cristiano Burlan, Brasil, 2017, 86 min, 10 anos

Jean sente-se preso na lógica de longevidade que a indústria farmacêutica o impõe e decide planejar um suicídio consciente. Ele convida Helena para que o suicídio seja a dois. Ela, por sua vez, hesita, pois sabe que viverá bem, inclusive, se precisar ficar só, mas o ajuda em suas intenções. O silêncio entre eles não revela distância, mas intimidade. São anos de um afeto compartilhado. Juntos, prepararão todos os detalhes para o funeral. Jean dança a morte enquanto Helena segue ensaiando a vida. Nesse processo, os dois se dão conta de que antes do fim ainda há uma vida inteira.

De 16 a 21/3, sexta a quarta, às 15h Não recomendado para menores de 10 anos

Cinema da Vela

Cinema da Vela O Chamado Realista em São Paulo - Mostra Tiradentes

Em tempos de propostas estéticas renovadoras, a Mostra Tiradentes|SP dá continuidade às discussões iniciadas durante a 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes (janeiro) com foco nas questões e enfoques do cinema brasileiro contemporâneo no contexto da temática Chamado Realista. Nos últimos anos, os filmes paulistas têm entrado com destaque na programação da Mostra de Tiradentes, principalmente nas últimas três edições da Mostra Aurora (2016, 2017 e 2018), evidenciando a energia de uma renovação geracional no longa-metragem, com mais filmes de modos mais independentes e baratos de produção, de proponentes de direção revelados no curta, com modos fílmicos menos negociados com convenções dos circuitos de visibilidade. Embora sejam filmes diferentes em tom e em estilo, a maioria está em sintonia com o Chamado Realista, de alguma forma interagindo com a vida em sociedade dos personagens, seja pela ficção, seja pelo documentário. De que formas estes filmes olham para o que está aquém e além da tela do cinema?

Convidados: Jessica Queiroz - diretora Rubens Pássaro - diretor Mediadora: Camila Vieira - curadora da Mostra Tiradentes

Livre

Dia 20/3, terça, às 19h

Grátis - Sem retirada de ingressos.

Curso

ATUAÇÃO NO CINEMA REALISTA

O Realismo como estética e método para atores e atrizes tem muitos caminhos. Esta oficina busca estimular a vivacidade nas atuações em cinema, essência da atuação e pressuposto a qualquer dos caminhos do(s)realismo(s): a verdade sem a qual nenhum ator/atriz realista inicia seu trabalho. Portanto pretende-se aproximar os alunos e alunas da atuação no Cinema, através de breve introdução teórica e exercícios práticos para qualificar a apreciação e suas práticas artísticas como atores e atrizes.

De 17 a 20/3, segunda a domingo, às 19h Não recomendado para menores de 16 anos

Inscrição - R$ 40,00 / R$ 20,00 / R$ 12,00

Exposição

Ozualdo Candeias, Fotografias

Ozualdo Ribeiro Candeias foi precursor do Cinema Marginal e um dos expoentes do cinema autoral no Brasil. Sua trajetória está ligada à história da Boca do Lixo, polo de produção cinematográfica que chegou a ser responsável por cerca de 50% da produção dos filmes nacionais nos anos 1970. Em paralelo à sua produção cinematográfica, Candeias registrou fotograficamente o dia a dia da Boca do Lixo com suas câmeras Exakta 50 mm e Nikon, entre os anos 1960 e 2000. A exposição "Ozualdo Candeias, Fotografias" presta uma homenagem ao seu primeiro longa, A margem, que em 2017 completa 50 anos de lançamento. Além disso, são retratados diversos diretores e técnicos que atuaram na Boca, registrando os principais personagens que marcaram a história e revelando, de um modo próximo e espontâneo, o cotidiano do cinema paulista da época. Entre os retratados, Carlos Reichenbach, Luiz Sérgio Person, José Mojica Marins, Roberto Santos, entre outros. Curadoria: Eugenio Puppo.

De 11/1 a 31/3, segundas a domingos, das 13h15 às 21h30 Classificação: livre.

Crianças

Cineclubinho -

Cineclubinho consiste na exibição de um filme infantil com monitoria orientada.

O Touro Ferdinando 3D

Dir.: Carlos Saldanha, 2018, 106 min

Ferdinando é um touro com um temperamento calmo e tranquilo, que prefere sentar-se embaixo de uma árvore e relaxar ao invés de correr por aí bufando e batendo cabeça com outros touros. A medida que vai crescendo, ele se torna um touro forte e grande, mas com o mesmo pensamento. Quando cinco homens vão até sua fazenda para escolher o maior, melhor e mais forte animal para touradas em Madri, Ferdinando é escolhido acidentalmente.

Dias 18 e 25/3, domingos, às 11h Livre - Gratuíto

Espaço de Brincar

Destinado a crianças de 0 a 6 anos, seus adultos de referência e profissionais e demais interessados na temática da Primeira Infância. Tem como propósito maior a valorização do brincar como elemento fundamental da cultura da infância.

Espaço de Brincar.

Apenas aos domingos

Voltado para crianças de 0 a 6 anos, acompanhadas de seus responsáveis, o programa valoriza a ação do brincar, preferencialmente de modo coletivo, onde a convivência entre gerações é motivada a partir da relação lúdica com o espaço, objetos e ações propostas. Domingos, durante a sessão do cineclubinho.

De 4 a 25/3, domingos, durante a exibição. Hall Grátis - Sem retirada de ingressos.

Alimentação

Lanches 2018

De 11/1 a 31/12, segundas a domingos, às 13h15

Bar

Consiste em preparo, conservação, fornecimento e distribuição de alimentos que, comparados a uma refeição, apresentam menor complexidade e aporte calórico e nutricional.

De 11/1 a 31/12, segundas a domingos, às 16h

Valores dos ingressos:

Segundas, terças e quintas - R$ 17(inteira); R$ 8,50 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes; R$ 5 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante).

Quartas – R$ 12; R$ 6; R$ 3,50.

Sextas, sábados, domingos e feriados - R$ 20; R$ 10; R$ 6.

Cine Clubinho:  Retirada de ingresso uma hora antes

Mostra Tiradentes: R$ 12; R$ 6; R$ 3,50.