FIQUE ATENTO | Saiba como fugir dos principais golpes contra os aposentados

Imprensa

Agora SP - A aposentada Edda Leonor Sansoni, 85 anos, está processando uma associação que a enganou. Em 2013, ela recebeu uma correspondência com instruções para dar entrada em um processo que supostamente serviria para aumentar o benefício que recebe do INSS.

"No lugar indicado na carta, me disseram que eu teria que pagar R$ 1.000 para um perito e também assinei uma procuração. Eu não sabia, mas estava ficando sócia de um clube de luxo que a associação tinha." A cobrança pela sociedade só veio dois anos depois: R$ 3.000.

Edda é uma das centenas de aposentados que, mensalmente, procuram o Sindnapi (Sindicato Nacional dos Aposentados) para pedir ajuda em casos desse tipo. A Fundação ProconSP (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) também é acionada, mas com menor frequência.

dni 0018