VIDA NA 3ª IDADE | Casal de aposentados que vive em Chapada decide viajar em ônibus adaptado e conhece América do Sul

Turismo
Tipografia

Depois que se aposentaram, Enio Garcia, hoje com 66 anos, e Maria Teresa Ribeiro Garcia, de 62, decidiram ‘aproveitar a vida’. Para isso, compraram um ‘motorhome’, ônibus adaptado com cozinha, quarto e banheiro, e saíram em viagens pelo Brasil e América do Sul.

Os dois são do interior de São Paulo, mas moram em Chapada dos Guimarães desde 2013. “Minhas filhas casaram e vieram para o Mato Grosso e Goiás . Minha mãe mora em Tangará da Serra, assim escolhemos um lugar de fácil acesso para todo mundo com um clima mais ameno”, conta Maria Teresa. Com o motorhome na garagem, os dois saem em viagens, mas sempre voltam pra casa.

“A nossa viagem mais longa foi 120 dias, quando fomos conhecer alguns países da América do Sul, Peru, Equador, Colômbia e Venezuela. Entramos na volta por Roraima, Amazonas. Depois de Manaus não tem estrada, então voltamos até Porto Velho de balsa (navegação pelos rios Amazonas e Madeira)”, relembra a aposentada.

Nessas idas e vindas, a professora e o eletricitário aposentados, que já estão juntos há quarenta e dois anos, contam que dentro do motorhome vivem como em qualquer outra casa. O mais caro, segundo Maria, é o combustível. “Comida compro no supermercado e faço como faria em casa, então vou gastar o mesmo que gasto na minha casa. Temos que ter uma reserva caso haja algum problema mecânico. Os gastos são relativos àquilo que você programa, por exemplo, se vai fazer muitos passeios pagos, se vai comprar muitas lembrancinhas. Enfim, depende muito da sua programação”.

Os recursos para conseguir conhecer tantos lugares vêm todos da aposentadoria e do dinheiro que juntaram durante a vida de trabalho. O resultado são dias e dias ‘na estrada’. No Brasil, só falta conhecer os estados do Pará, Maranhão, Tocantins e Amapá. “São muitos lugares dentro e fora do Brasil, muito lindos, difícil nomear um. O Brasil tem praias lindas, o litoral da Bahia é deslumbrante. Em Mato grosso do Sul a cidade de Bonito. Na America do Sul, o glacial Perito Moreno (Argentina), Cartagena das Índias (Colômbia) e, sem dúvida, Machu Picchu (Peru) [são os mais bonitos]”.

A sede pelas viagens não é atual. Maria conta que o casal acampa desde 1973, tiveram diversas barracas e até uma carreta campingstar (com a barraca dentro da carreta). Quando decidiram pelo ‘ônibus’, compraram o motorhome já pronto. “No Brasil tem várias fábricas de M.H., o nosso foi feito pela Motortrailler do Brasil em Pirassununga SP”, explica.

Quando estão na estrada, Enio e Maria Teresa rodam até as 16h, depois param para dormir em postos de combustível, estacionamentos, pátios de pousadas, hotéis fazenda ou camping. “Paramos para fazer o almoço, jantar (o carro tem cozinha normal, geladeira, microondas, fogão, pia). Também temos banheiro com chuveiro. Temos caixa d’água separada, uma para cozinha outra para o banheiro”.

Atualmente, o casal está ‘estacionado’ em Chapada, mas pretendem sair logo para a próxima aventura. “Este ano tive um problema de saúde e não viajamos ainda. Depois do dia 15 de agosto pretendemos ir para Caldas Novas, Goiás, porque estaremos perto se precisarmos voltar mais rápido, e também ainda não conhecemos”, finaliza Maria. (olha conceito)