REVISÕES DE APOSENTADORIAS | Mais de 720 aposentados por invalidez devem ser alvos da operação pente-fino do INSS no TO

Nos Estados
Tipografia

G1 - No caso de não atendimento à convocação ou de não comparecimento na data agendada, o benefício será suspenso. Advogada explica como beneficiário deve proceder

No Tocantins, 723 pessoas que foram aposentadas por invalidez serão alvos da próxima fase da Operação Pente-Fino, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Esses beneficiários estão há mais de dois anos sem perícia, por isso o órgão vai fazer uma revisão das aposentadorias. No caso de não atendimento à convocação ou de não comparecimento na data agendada, o benefício será suspenso. 

A advogada previdenciária Laudineia Nazareno Mota explicou que primeiro houve uma convocação por meio dos Correios, mas que muitos não foram encontrados. Por causa disso, o governo fez uma segunda convocação por meio do Diário Oficial da União. 

Ela explicou quem será alvo da operação. "Quem deve se preocupar são aqueles que recebem o auxílio-doença por mais de dois anos e qualquer que seja a idade e que não tenha recebido em casa a notificação. E o segundo grupo são os aposentados por invalidez abaixo de 60 anos e que estão recebendo por mais de dois anos. Aqueles que estão recebendo por menos de dois anos, não precisam se preocupar e nem os aposentados por invalidez que tenham já completado 60 anos". 

Para verificar se o nome consta na lista, o beneficiário deve entrar no site da Imprensa Nacional e buscar pelo Diário Oficial do dia 1 de agosto. Em seguida, deve selecionar a seção 3, escrever o nome entre aspas e realizar a busca. O segurado tem apenas cinco dias, a contar desta segunda-feira, para passar pela revisão. 

"Falando em nome da Comissão de Direito Previdenciário da OAB, a nossa preocupação é com esse curto prazo de até sábado porque trata-se de verba alimentar e trata-se de pessoas que estão enfrentado problemas de saúde porque estão incapacitados", disse a advogada. 

A convocação é para que o beneficiário agende, pelo telefone 135, uma nova perícia.