REVISÃO NAS APOSENTADORIAS | INSS revisará 16.421 aposentadorias em AL

Nos Estados
Tipografia

Gazeta de Alagoas - Em todo o País, 1 milhão de beneficiários serão avaliados

O “pente-fino” do governo federal, agora, é para investigar aposentadorias por invalidez para segurados com menos de 60 anos. Em todo o Brasil, o INSS vai investigar mais de 1 milhão de segurados. A meta para Alagoas é levantar informações sobre 16.421 aposentadorias desse tipo. 

Quem já tem 60 anos ou mais não entra na convocação. Já os convocados por meio de cartas devem se comunicar com o INSS pelo telefone 135, a fim de agendar sua visita. 

Oficialmente, as revisões começam no mês de setembro, mas a própria direção nacional ainda não informou quando o processo terá início. 

Neste momento, o alvo da previdência são os 25 estados mais o Distrito Federal. 

Quem eventualmente tiver o benefício cortado terá, a partir dessa data, 60 dias para a realização de uma nova perícia para saber se volta ou não para o sistema. O procedimento para isso é todo administrativo. 

Entretanto, é direito, caso o segurado assim queira, acionar a Defensoria Pública Federal – ou advogado particular. A única ressalva, nesse caso, é para consultar a OAB para saber se há denúncias contra o profissional. 

Sobre a necessidade da revisão, o governo informa que o motivo não tem relação com a reforma da previdência, mas sim com o fato do processo não ter sido realizado nos dois últimos anos. 

Toda a documentação exigida será descrita na comunicação feita ao segurado. Mas, conforme o próprio órgão, é necessária a presença nas agências, ou em casos especiais, a ida do perito até quem não puder se deslocar.