RISCO DE CORTE | Cerca de 2 mil aposentados e pensionistas do AP devem fazer o Censo Previdenciário

Nos Estados

G1 - Fornecimento de informações é obrigatório e inicia no dia 23 de outubro. Quem não fizer a atualização terá o pagamento dos proventos ou pensão bloqueado.

Inicia no dia 23 de outubro a atualização de dados de aposentados e pensionistas civis e militares para o Censo Previdência 2017. O procedimento ocorrerá em duas chamadas, sendo que a primeira encerra no dia 4 de novembro. A segunda será no período de 6 a 14 de novembro, segundo a Amapá Previdência (Amprev).

O fornecimento de informações será obrigatório, quem não fizer a atualização dos dados pessoais terá o pagamento dos proventos ou pensão bloqueado. De acordo com o diretor-presidente da Amprev, Sebastião Magalhães, são esperados 1.771 beneficiários aposentados, entre dependentes e pensionistas. Quanto aos beneficiários militares, 187 devem realizar a atualização cadastral, totalizando 1.958 beneficiários no mês de setembro.

“É indispensável a atualização cadastral do banco de dados dos aposentados, dependentes e pensionistas vinculados à unidade gestora Amapá Previdência, conferindo legalidade e eficiência à manutenção dos benefícios suportados pelos regimes próprios de Previdência Social e de Previdência dos militares”, explicou.

Para efetivar o recadastramento, os segurados devem apresentar documentos pessoais e de seus dependentes. O atendimento será realizado no prédio anexo da Amprev, localizado na Rua Professor Tostes, nº 2200, esquina com a Av. Antônio Coelho de Carvalho, bairro Santa Rita, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h, e aos sábados, de 8h às 12h.