NOTA OFICIAL DO SINDICATO DOS APOSENTADOS | Verdadeira Reforma da Previdência tem de acabar com as mordomias

Notícias

Matéria publicada no site do El País divulgou que há uma lista 189 mulheres no Brasil, formada por viúvas e fihas de magistrados federais que, graças à uma lei do século 19, recebem pensões vitalícias, as quais consomem R$ 3 milhões no orçamento da Previdência Social.

Essa situação explicita parte do absurdo do desequilíbrio da Previdência Social Brasileira, em que pequenos grupos sociais recebem muito, enquanto 70% dos beneficiários, cerca de 24 milhões de brasileiros, lutam para sobreviver com salário mínimo de R$ 937.

Ao contrário do que é divulgado nas peças publicitárias oficiais, que consumiram mais de R$ 100 milhões do dinheiro público, a proposta elaborada pelo governo para a Reforma da Previdência não acabará com as mordomias de uma pequena casta socialm, mas tornará ainda mais difícil o acesso às classes mais baixas conquistarem o direito à aposentadoria.

O Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos compreende a necessidade de uma Reforma, porém, que seja igual para todos, sem distinção, acabando com a manutenção de mordomias.

O sistema previdenciário é representa muito mais que um direito constitucional. É também também um amparo social, motivo pelo qual são necessários amplos estudos e debates com diversos segmentos da sociedade brasileira.

Marcos Bulgarelli - Presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos