REFORMA | Mais de 80% dos membros do Congresso Nacional apoiam reforma da Previdência

Notícias

IG Economia - Segundo pesquisa, concordam com a reforma 82% da Câmara dos Deputados e 89% do Senado Federal; eles também querem militares inclusos no texto

A maioria do Congresso Nacional é a favor da reforma da Previdência, de acordo com dados de uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (11) pelo banco BTG Pactual. O levantamento foi feito pelo Instituto FSB Pesquisa com 235 deputados federais e 27 senadores.

Segundo a pesquisa, 82% da Câmara dos Deputados concordam que é preciso fazer uma reforma da Previdência , número que sobe para 89% no Senado Federal. Quando separado pelo tempo de casa dos congressistas, o apoio a mudança atinge 78% dos reeleitos e 86% dos novos deputados federais e senadores, que iniciaram em suas funções no dia primeiro de fevereiro deste ano.

Se divididos por partidos, 100% dos membros do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e do PP (Partido Progressista) são favoráveis a um novo projeto , assim como 92% do PSL (Partido Social Liberal). Entre os políticos do PT (Partido dos Trabalhadores), no entanto, essa aprovação cai para 37%.

Idade mínima para homens e mulheres

Ainda de acordo com o levantamento, apesar de a maioria dos congressistas serem favoráveis  à criação de uma idade mínima para a aposentadoria (72%), o mesmo número deles não concorda que as idades sejam as mesmas tanto para homens quanto para mulheres.

Até o momento, não se sabe ao certo quais idades mínimas serão propostas pela equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro. Na semana passado, o jornal O Estado de São Paulo vazou um texto que previa mínimo de 65 anos  para homens e para mulheres. Nesse caso, 65% dos entrevistados foram contra ao projeto enquanto 20% apoiaram, 12% disseram não saber ou não quiseram responder e 7% se dizem nem a favor nem contra.

Há também a possibilidade de 62 anos para homens e 57 para mulheres , como já afirmou anteriormente Bolsonaro .

Outros indicadores da Previdência

A pesquisa do BTG Pactual também informou números para outros setores da reforma da Previdência. Segundo o levantamento, 84% dos políticos do Congresso Nacional apoiam a inclusão dos militares no projeto, enquanto 9% são contra.

Os congressistas também foram perguntados sobre o regime de capitalização da Previdência .  Entre eles, 48% concordam com a proposta de se criar uma espécie de poupança em que o trabalhador garanta sua aposentadoria. Outros 27% disseram que não apoiam o projeto. 70% deles acreditam que a reforma será aprovada ainda neste ano.