Últimas Publicações

Grid List

Por Ricardo Flaitt (Imprensa Sindnapi) – Pela campanha do “Outubro Rosa”, mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama, o Sindicato dos Aposentados, através da Secretaria da Mulher, realizou dia 4 de outubro, às 9 horas, palestras sobre o tema com o Dr. Pérsion Yvon Adri Cezarino e Ruth Coelho Monteiro debateu “Mulheres, agentes transformadoras nas Políticas Sociais”.

Extra (RJ) - O medo da reforma da Previdência - cuja discussão no Congresso Nacional começou no fim de 2015, mas foi suspensa este ano - fez disparar o número de pedidos de aposentadoria feitos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no período.

Diário Grande ABC - O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), autarquia responsável pelo acolhimento, gerenciamento e manutenção dos pedidos de benefícios da Previdência Social, está alterando profundamente a sua forma de atendimento. Desde 2017, a Previdência Social já inaugurou duas ferramentas digitais que prometem transformar a dinâmica da Previdência brasileira.

O Dia (RJ) - Desconto de 11% sobre aposentadorias e pensões do município já virá nos salários de novembro

Balanço é referente aos últimos 18 meses. As perícias são realizadas em caso de auxílio-doença ou para aposentadoria por invalidez.

Segundo o Sindpúblicos, os inativos não receberam os R$ 1,5 mil referentes à 2ª parcela do pagamento, previstos para segunda-feira. Governo ainda não se posicionou sobre o assunto.

Desde maio, instituto não agenda solicitação do benefício por idade, que é pedido por telefone ou internet

O Dia - Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceram a repercussão geral sobre a revisão do teto para aposentados do Buraco Negro. Isso quer dizer que todos os processos de segurados que tiveram seus benefícios limitados e que chegarem à Corte terão os atrasados e o reajuste garantidos. Além disso, toda a Justiça deverá seguir o entendimento dos ministros do Supremo.

Muitos benefícios concedidos pelo INSS apresentam erros no cálculo inicial, o que pode ter provocado a diminuição do valor da sua aposentadoria.

Texto e foto Ricardo Flaitt (Imprensa Sindnapi) – Começou na manhã desta quarta (10), uma nova turma do curso de Smartphone, promovido pelo Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos.

Por Ricardo Flaitt (Imprensa Sindnapi) – A Diretoria do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos inaugurou, em 28 de setembro, a nova Colônia de Férias, “Arnaldo Gonçalves”, em Caraguatatuba, no litoral norte do Estado de São Paulo. A cerimônia de inauguração reuniu cerca de 500 pessoas entre associados, familiares, lideranças sindicais e políticas.

G1 - Interessados têm até o dia 31 de outubro para comparecer no setor de cadastro imobiliário e requerer o direito.

No programa Saúde & Bem-Estar desta semana, Luiz Alberto Catanoce,  médico e Diretor de Saúde do Sindicato Nacional dos Aposentados, esclarece dúvidas enviadas pelos associados.

 Eles viajam juntos desde 1978 e transformaram a estrutura sobre rodas em uma casa. A ideia dos dois é ir além do que é divulgado como ponto turístico.

Cuidar da saúde é a principal motivação dos que se planejam para aposentadoria, mostra estudo do SPC Brasil e CNDL

Por Ricardo Flaitt (Imprensa / Sindnapi) - O Facebook do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, ultrapassou a marca de 97 mil pessoas, que curtiram/assinaram o canal de comunicação da entidade.

Por Ricardo Flaitt (Imprensa Sindnapi) – Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que, nas últimas eleições, o segmento dos cidadãos com 70 anos ou mais, sem obrigatoriedade de exercer o direito ao voto, representou 6,9 milhões de abstenções. ***Assista à reportagem do Jornal dos Aposentados, produzida por Anderson Campos e Jaime Alves sobre esta matéria, clicando no link a seguir: https://www.youtube.com/watch?v=-vsQpEAM7dk

Agência Sindical - Os aposentados e pensionistas, que somam milhões, representam o maior grupamento assalariado do País. Em pequenos municípios, a renda do aposentado gira a economia durante o ano todo. Nas grandes cidades, a Terceira Idade amplia espaços na sociedade e na política, é ativa no esporte e lazer e compõe ainda forte grupo de pressão.

Por Marcos Bulgarelli - Em 1991, a Organização das Nações Unidos (ONU) instituiu o 1º de outubro como o Dia Internacional do Idoso. Passados 27 anos da criação da data comemorativa, o envelhecimento populacional ainda é um desafio para o mundo.

O relatório “Previsões sobre a população mundial”, da ONU, apontou que nos próximos 43 anos, o número de pessoas com mais de 60 anos será três vezes maior que o atual. A projeção é que esse segmento, em um universo de 9,2 bilhões, represente 2 bilhões de habitantes.

A média geral de expectativa de vida nos países desenvolvidos, em 2050, será de 87,5 anos para os homens e 92,5 para as mulheres, enquanto nos países em desenvolvimento será de 82 anos para homens e 86 para mulheres, ou seja, 21 anos a mais do que os 62,1 e 65,2 atuais, respectivamente.

No Brasil, segundo o IBGE, a expectativa subiu para 76 anos, representando significados 22 anos a mais que em 1960, quando era de 54.

Se por um lado esses índices representam um avanço quanto ao viver mais, em contrapartida, o desdobramento desses números impõem desafios de como viver mais, com qualidade e também como as sociedades acomodarão esse contingente de idosos.

Os idosos, no Brasil, mesmo após a criação do Estatuto do Idoso, em 2003, ainda lutam para assegurar uma vida digna. Apesar da existência de muitas leis na prática, poucas funcionam.

O sistema previdenciário não corrige adequadamente os benefícios, assim, ano a ano, os rendimentos dos aposentados e pensionistas ligados ao INSS são corroídos pela inflação e, consequentemente, eles sofrem com a redução do poder de compra, precarizando a vida.

As cidades não estão preparadas para acomodar os idosos, que sofrem com calçadas esburacadas, moradias sem os itens de adaptação para a Terceira Idade, o tempo de abertura dos semáforos.

Direitos como fila preferencial, passagem de ônibus gratuita, 50% de descontos em eventos culturais, esportivos e de lazer nem sempre são respeitados, há desmonte nos programas de distribuição de remédios de uso contínuo, o Sistema Público de Saúde disponibiliza poucos geriatras e tratamentos específicos, em contrapartida, os planos de saúde são incompatíveis com a renda, não há programas habitacionais específicos, dentre tantas outras questões, que empurram o idoso para a margem social.

Neste 1º de outubro, Dia Internacional do Idoso, ainda é um desafio para as sociedades inserirem a população idosa, integrando-a à sociedade. A evolução tecnológica faz com que as pessoas vivam mais, mas a pergunta que se deve verticalizar neste momento é: como encontrar o equilíbrio para viver mais tempo, mas com qualidade de vida?

Marcos Bulgarelli é Presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical.

Por Marcos Bulgarelli - Em meio às disputas eleitorais, um dado divulgado pelo TSE desperta a atenção: o número de idosos, segmento formado pelos cidadãos com 60 anos ou mais, ultrapassou o de jovens; população dos 16 aos 24 anos. Os idosos representam 18,6% do eleitorado, ou 27,3 milhões de votos, números capazes de definirem as próximas eleições, em todas as esferas do poder.

Por Marcos Bulgarelli - Mesmo com o Brasil imerso em profunda crise econômica, os ministros do Supremo Tribunal Federal tiveram a ousadia em propor que seus salários, atuais R$ 33,7 mil, fossem reajustados na ordem de 16,38%, ampliando seus vencimentos para R$ 39,2 mil.

Por Ricardo Flaitt (Imprensa Sindnapi) - A próxima sessão do CineSind, projeto de cinema gratuito promovido pelo Sindicato dos Aposentados, acontecerá dia 18 de outubro, quinta-feira, às 13h30, na sede da entidade (rua do Carmo, 171, centro de São Paulo, próximo ao Metrô Sé) quando será exibido o filme “À procura da felicidade”. A sessão é gratuita e você pode convidar amigos e parentes. Todos os participantes ainda ganham pipoca e refresco para curtir o filme.

Por Ricardo Flaitt (Imprensa Sindnapi) – Mais de 50 associados participaram, ontem (20/9), do último CineSind, que é a sessão de cinema gratuita promovida pelo Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, em São Paulo.

Por Imprensa Sindnapi - A próxima sessão do CineSind, projeto de cinema gratuito promovido pelo Sindicato dos Aposentados, acontecerá dia 20 de setembro, quinta-feira, às 13h30, na sede da entidade (rua do Carmo, 171, centro de São Paulo, próximo ao Metrô Sé) exibirá o filme “O Curioso Caso de Benjamin Button”. A sessão é gratuita e você pode convidar amigos e parentes. Todos os participantes ainda ganham pipoca e refresco para curtir o filme.

Grid List

O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil - Sicoob, maior do setor financeiro do Brasil, é destaque na 18ª edição do anuário Valor 1000, do jornal Valor Econômico. O especial apresenta indicadores exclusivos de avaliação e rankings das 1000 maiores companhias do País e das 50 maiores por região.